PLAYLIST JUNHO/2016

Eu sei que eu tava fazendo posts no começo do mês, mas eles eram feitos pelo aplicativo do WordPress e por um acaso (músicas, 400 delas especificamente) acabei ficando memória – o que me fez ter que apagar vários aplicativos (snapchat </3), incluindo o WordPress.

Chega de desculpinhas e blá blá blá, tô aqui com a playlist.

post blogPLAYLIST .png

  • I Was Here – Beyoncé

 

Essa música mudou a minha vida. Sério. Sem brincadeiras.

Foi por causa dessa música que eu decidi a minha profissão e a tatuagem que vou fazer. É por causa dessa música que eu vou salvar vidas e fazer a diferença (outra tatuagem) na vida de alguém.

É intensa, profunda, apaixonante, viciante. É aquele tipo de música que não importa quantas vezes você a escute, arrepia até a alma, até os cabelinho do dedão do pé.

É essa música que me define. E como se não bastasse a música ser maravilhosa, o clipe é fantástico. É a Beyoncé cantando na ONU enquanto várias cenas de catástrofes passam num telão imenso atrás dela, que está vestida de branco.

“I want to say I’ll live each day
Until I die
And know that I had something
In somebody’s life
The hearts that I have touched
Will be the proof that I leave
That I made a difference”

  • Stressed Out – Twenty One Pilots

Assumo que fiquei viciada nessa música apenas bela batidinha dela. Não tenho a minima ideia de como a encontrei, só sei que eu nunca tinha visto a tradução ou o clipe até fazer esse post e continuo amando.

Sou do tipo de pessoa que conhece uma música de artista x e até que outra fique famosa, pra mim ele sempre será resumido à música que eu conheci primeiro. No caso, Twenty One Pilots eu já conhecia de nome, mas nunca tinha ouvido música alguma deles.

Já gostei deles e essa música continua sendo fantástica. Tá no repeat da minha playlist esse tempo todo.

Além disso, a música é tipo uma previsão do futuro da vida de muita gente, inclusive pode ser a minha!

“We use to play pretend
Give each other different names
We would build a roket ship
And then we’d fly it far away
Used to dream of outer space
But now they’re laughing at our face
Saying wake up, you need to make money”

  • FourFiveSeconds – Rihanna featuring Kanye West & Paul McCartney

Essa é a música mais fácil de justificar o nomena lista. Em 5 palavras eu faço isso. Rihanna, Kanye West, Paul McCartney. Acho que posso encerrar o post aqui, certo?

Kanye West é muso, as músicas dele são maravilhosas, principalmente Famous (não posso deixar de falar mal da Swift). Rihanna só não é mais rainha que a Beyoncé – isso já diz tudo, né? Paul McCartney (prefiro o Ringo, masok) se justifica pelo próprio nome. O cara tá velho e continua mitando no mundo musical, como lidar?

É impossível não ficar viciadinho nessa música. E a letra é bem simples, sei ela todinha. E também me define bastante, assumo. É como acordar super good vibes, ouvindo Feeling Good e no meio do caminho a música mudar para Skinny Love e te deixar querendo chorar as pitangas da vida inteira. Isso enlouquece e destrói a vibe de qualquer um.

 

“I say what’s on my mind
I might do a little time
‘Cause all of my kindness is taken for weakness
Now I’m fourfiveseconds from wildin”

  • Lush Life – Zara Larsson

Essa música explodiu e, MEU DEUS, merece muito ser a nova música modinha. Zara rainha demais! Linda, loira, rica, canta bem, tem músicas boas… Se existir próxima vida, por favor, eu só quero ser ela um dia!

Essa música é carpe diem vibes, totalmente música de teenager putão que só quer ir pra festinhas, tipo uns amigos meus. OU SEJA, a música é mara. É o tipo de música que você escuta sexta-feira saindo do serviço, da escola, da faculdade ou se arrumando pras baladinha da vida.

Tu quer fazer um agito com os bests, bota essa música pra tocar e já era. É arraso na certa. Dá pra causar bastante com ela em qualquer lugar e é aquele ditado, né> NOIX TÁ AQUI PRA CAUSAR, SE FOSSE PRA SER PACIFÍCO NOIX TAVA NO OCEANO

Essa é a música pra ouvir quanto tu entra na bad e nada consegue te tirar, nem chocolate, nem o crush, nem seu shipp favorito se assumir… É impossível ouvir Lush Life e não entrar no ritmo da música ou ter vontade de seguir a letra.

“I live my day as if it was the last
Live my day as if there was no past
Doing it all night, all summer
Doing it the way I wanna”

  • Firefly – Mura Masa featuring Nao

Eu queria mandar um beijo pra Jade Picon rainha, porque foi no snapchat dela que eu achei essa música e, HOLY SHIT, ela é muito boa!!!!!!!!!!!!!!!11!!!!!!!!!!!!!!!

Essa é o tipo de música que eu tô cagando bastante pra tradução. Ela pode estar me xingando de qualquer coisa, mas eu não vou parar de ouvir porque ELA É PIKA DAS GALÁXIAS!

Esse comecinho é apaixonante. E, sendo sincera, a música não significa nada pra mim. Nada além de VICIANTE DEMAIS! Não tô sabendo lidar nem um pouco com essa batidinha e vozinha do “just say”, é só isso que tenho pra dizer.

De verdade, PARA DE LER AGORA e vai ouvir essa música. Vocês vão gostar, tenho certeza. Eu não indico coisa ruim, todo mundo sabe disso.

“Sorry I’ve got none to pose
Images I pictured inside
Everything I’ve tried to close
Carrying the weight on my back”

Confesso que eu tive que ficar me policiando pra não sair botando cover ou todas as músicas do Purpose, mas tá aí. Eu sei que vocês gostaram, então nem vou perguntar.

Ah, próximo post com Playlist vai ser em Setembro, me aguardem!

Anúncios

PLAYLIST MARÇO/2016

Costumo dizer que não conseguiria viver sem enxergar ou ouvir as coisas. A música tem um significado muito importante na minha vida. Eu escuto de tudo. Tudo mesmo. Já fiz um post sobre os clipes mais bonitos que tinha visto (na época) e resolvi que a cada três meses farei uma playlist. Essa é a primeira.

playlist-mensal-marco-simvini.png

  • Purpose, Justin Bieber.

Vamos ser sinceros: O novo album do Justin, Purpose, está maravilhoso. É um dos (se não o melhor) melhores álbuns que já ouvi na vida! Essa música, além de fazer parte do album (o que por si só já a torna maravilhosa), tem uma batida maravilhosa e uma tradução mais bonita ainda. Acho que essa música mostra quem é o Justin, mostra quem ele quer ser. É um marco na vida dele, é o fim de uma época que todos as redor dele querem apagar e o ínicio de uma fase onde ele se encontrou.

Purpose mostra que ele deixou de ser o garotinho de Baby, que ele não é mais um cantor produzido para a mídia ou para fazer sucesso, ele é o que ele sempre quis ser. Ele é um artista, um cantor, que canta com o coração e que ama o “trabalho”, ama as músicas pois ela são uma parte dele, são dele.

726b5f1c482ef2a2ae2320e2e91232d4.1000x1000x1

Não é a toa que ele tatuou “purpose” (propósito) acima do umbigo. É algo que ele quer carregar para o resto da vida. Ele aprendeu com os erros e está disposto a ser um novo homem.

“I put my heart into your hands
Learn the lessons you teach
No matter what, wherever I am
You’re not hard to reach
And you’ve given me the best gift
That I’ve ever known
You give me purpose everyday”

  • Feeling Good, Nina Simone (Versão Michael Bublé)

A primeira vez que ouvi essa música foi em 2013, com a Carly Rose Sonenclar cantando no The X Factor em sua audição. Adorei a versão que ela fez, mas procurei a original e me apaixonei ainda mais. Nina Simone é uma rainha. Ela entrou pra lista das minhas cantoras favoritas, tem um espaço cativo no meu coração.

Quando eu gamo em algo, especialmente músicas, saio caçando versões, resenhas, indicações e tudo relacionado ao assunto. Encontrei muitos covers da músicas e regravagens. Me apaixonei pela do Michael Bublé, acho que pela pegada mais jazz(?), aquela batidinha que te faz querer sair dançando por aí. Além de me lembrar muito 007 e Missão Impossíve.

Feeling-Good-Quote-Wall-Sticker-539x230

Feeling Good é quase meu lema. É uma das minhas músicas favoritas, mexxxmo. É uma música que fala sobre renovação, superação e bons momentos. Sabe quando tudo está dando TÃO certo que você para e pensa “Uau, tem como melhorar?” e sai sorrindo para qualquer um que aparecer a sua frente. Essa música é sobre aquele dia reluzente, onde todos te param pra perguntar porque você não consegue parar de sorrir com um brilho especial nos olhos.

“It’s a new dawn
It’s a new day
It’s a new life
For me
And I’m feeling good”

  • Hall Of Fame, The Script featuring Will.I.Am

Todo mundo sabe que eu sou fã do David Luiz. Dá pra dizer que foi essa música que me fez olhar pra ele com outros olhos e ir procurar mais sobre o cara do cabelo black estranho. Depois do 7×1, lançaram um vídeo dele (muito lindo e eque tenho baixado no celular pra ver tipo… SEMPRE!!!) com essa música. A música tinha tuuuuuudo a ver com o momento e o vídeo é maravilhoso.

Eu decorei a música. Todinha. Do ínicio ao fim. Apenas porque, além de ser linda, tem um vídeo do David Luiz com ela.

A música fala sobre vencer. Quando escuto essa música, me bate aquele sentimento revolucionador, sabe? Aquela coisa meio Jogos Vorazes, aquela coisa que me faz pensar que se eu lutar, se eu me mobilizar, se eu quiser, eu consigo. Eu vou chegar lá, não importa o que digam. Eu posso. Eu sou imbátivel. Eu sou o que eu quiser ser. É aquela coisa de um dia todos vão te conhecer pelo que você fez.

004_zpsd05fa25a

Hall Of Fame é uma música inspiradora. É algo que te incentiva a nunca desistir, que diz que não importa o que você seja> você pode e vai ser um vencedor. Você é capaz e um dia todos irão te reconhecer.

“You can move a mountain
You can break rocks
You can be a master
Don’t wait for luck
Dedicate yourself and you can find yourself
Standing in the hall of fame”

  • No Angels, Batille featuring Ella Eyre.

Essa música, na verdade, é um remix de duas músicas. Angels do The XX e No Scrubs do TLC. Já ouvi as músicas originais e, particularmente, prefiro o remix do Bastille. Essa é minha música da bad. Então, dica pros migxs, quando me virem cantando essa música…

Uma coisa que eu realmente não dou bola, é relacionamento. Namoro, crush, boy magya, migo colorido… Nada disso. Sou 0% preocupada com esse tipo de coisa. MAs eu sou romantica. Adoro um clichêzinho, adoro essas histórias de amor lindas que todo mundo sabe o que vai acontecer no final e mesmo assim todos leem. E as vezes bate aquela contadezinha de viver um amor igual ao dos livros/filmes/séries/fics e etcs. E quando ela chega, eu não paro de pensar> Nunca vou encontrar um cara igual ao personagem x. Vou ter que me contentar com o bonitinho de lugar x.

6d6ac6f8634eed9843caeb541f4fb12a.jpg

Aí eu escuto essa música. Ela diz que nós, mulheres, não merecemos qualquer coisa. Nós precisamos do melhor. Que precisamos de um cara bom e que nos dê valor. E eu supero.

“A scrub is a guy who thinks he’s fly
And he’s also known as a buster
Always talkin’ about what he wants”

  • Titanium, David Guetta featuring Sia.

Não fazer uma playlist sem citar minha música de todos os tempos. Essa é outra que eu sei cantar (e muito bem, por sinal) de cabo a rabo. Enquanto No Angels é a música da bad, Titanium é a música de superaçaõ da bad.

Titanium, além de ser eletrônica, é da Sia (MOZ1) com o David Guetta (que só não é melhor do que o Calvin Harris porque é feio). Já ouvi uma centena de covers dessa música, inclusive da Christina Grimmie (Outra rainha e moz1 minha) e em filme também! A Anna Kendricks canta Titanium em Pitch Perfect 1, que é um dos covers que eu mais gosto, aliás.

5d746c977acfadcb8a105cae69c2a98e

Titanium é sobre ser imbátivel. É sobre não poder ser derrubado por opiniões alheias, sobre ser segura de si, sobre não se deixar quebrar pelo que dizem sobre você. É sobre ser forte, ser de ferro, ser de titânio. Sobre estar dentro de uma redoma contra críticas e ataques verbais contra suas atitudes, crenças, vontades, você. É uma mensagem ao mundo> “Fale o que quiser, mas não vou me render a você.”

“You shout it loud
But I can’t hear a word you say
I’m talking loud, not saying much
I’m criticized, but all your bullets ricochet
You shoot me down, but I get up”